EADEmpregabilidade

Com empregabilidade e EAD, Católica de SC estimula alunos e egressos

0

Ainda que o ensino a distância (EAD) seja um caminho sem volta, não se deve ofertá-lo apenas para surfar a onda. A IES precisa lançar mão de mecanismos eficientes, plataformas tecnológicas modernas e soluções que engajem alunos e, claro, agreguem valor aos currículos. Essa realidade fica ainda mais evidente em uma instituição de tradição comunitária, como é o caso da Católica de Santa Catarina – Centro Universitário.

A Católica de SC conta hoje com aproximadamente 4 mil alunos. Eles estudam em duas localidades. A primeira e mais antiga fica em Jaraguá do Sul – município de 132 mil habitantes, localizado ao norte do estado. Foi lá que a empresa nasceu, em 1973.

O segundo campus está em Joinville, força motriz da economia catarinense. Trata-se de um posto estratégico: além de se tratar da maior cidade de Santa Catarina, com 487 mil habitantes e sede de 23 das 500 maiores empresas do sul do Brasil. “É uma região com enorme potencial empresarial e industrial”, afirma Anadir Elenir Vendrusculo, pró-reitora acadêmica da Católica de Santa Catarina.

Leia maisEmpresas e universidades fazem parcerias para melhorar aprendizado

As duas unidades servem de apoio à modalidade EAD – outras duas serão lançadas em 2019, em Florianópolis e Itajaí. O projeto de ensino a distância começou há apenas um ano, em meados de 2017. Ainda incipiente, conta com 250 alunos distribuídos em 16 cursos.

A resposta por parte dos estudantes tem sido positiva, na visão de Juliana Petris, coordenadora de EAD da Católica de SC. Parte do êxito é atribuído ao ambiente virtual de aprendizagem (AVA ou LMS, na sigla em inglês). “Decidimos operar com o Blackboard Open LMS, AVA da Blackboard baseado no Moodle, que propõe aulas dinâmicas, está disponível em nuvem e oferece suporte em tempo integral para todos os cursos”, afirma Petris.

A professora salienta que, entre as vantagens do Blackboard Open LMS, está a responsividade do sistema e sua navegabilidade. “Isso favorece bastante a proposta de EAD, além de servir de apoio para o professor na sala de aula.”

No que diz respeito aos conteúdos, a instituição de ensino utiliza materiais da Sagah. “São conteúdos com vídeos, textos, infográficos e questões de desafio que, além da qualidade, propõem aulas diferenciadas”, observa Petris. Ela conta que quando a IES recebe um aluno com deficiência, o primeiro passo a seguir é contatar a Sagah, que prepara uma personalização do conteúdo.

Leia mais: Para modernização de IES familiar, governança corporativa é fundamental

Carreira

Além de manter a competitividade ao apostar na qualidade da EAD, a Católica de Santa Catarina busca meios para fortalecer a empregabilidade. Aqui, a preocupação não diz respeito apenas aos 4 mil alunos, mas também aos cerca de 9,5 mil egressos. “Pela nossa rede de contatos, sabíamos informalmente que os alunos tinham conquistado ótimos espaços no mercado de trabalho, mas precisávamos de dados concretos”, explica Anadir Vendrusculo, pró-reitora acadêmica da IES.

Daí a criação do núcleo Católica Carreiras, que busca inserir o estudante no mercado de trabalho e dar a ele o apoio necessário para seguir uma trajetória profissional exitosa. O programa oferece orientação profissional, divulga vagas efetivas e de estágio, promove feiras de carreira e convida empresas a visitar o campus. Além disso, há um importante foco na coleta de dados e na capacitação dos egressos.

“Nossa missão com os estudantes vai muito além da entrega do canudo”, complementa Marina Lazzari Sievers, coordenadora de empregabilidade da Católica de Santa Catarina.

Sievers atribui boa parte do sucesso do Católica Carreiras à Symplicity, plataforma que oferece um amplo leque de soluções na área, adquirida no ano passado. “Como a plataforma é adaptável, empresas interessadas e todos os estudantes podem ser cadastrados. Ela contempla feed de notícias com oportunidades e calendários de eventos, parece uma rede social.”

Leia mais: Symplicity, de soluções de empregabilidade, anuncia aquisição da Contratanet

O case da Católica de Santa Catarina foi apresentado nesta quinta-feira, em Florianópolis (SC), durante a 24ª edição do Congresso Internacional Abed de Educação a Distância (Ciaed). A fala introdutória do evento foi de Bruno Weiblen, diretor comercial do Grupo A Educação – responsável pelas operações da Blackboard, da Sagah e da Symplicity.

“A tecnologia permite fazer muita coisa, tanto para o aluno que entra em uma IES quanto para o egresso”, disse ele. “É só uma questão de mudança cultural”.

FOTO EM DESTAQUE: DA ESQUERDA PARA DIREITA, MARINA SIEVERS, JULIANA PETRIS, ANADIR VENDRUSCULO E BRUNO WEIBLEN. CRÉDITO: DESAFIOS DA EDUCAÇÃO.
Leonardo Pujol
Leonardo Pujol é editor do Desafios da Educação e sócio-diretor da República – Agência de Conteúdo.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Comentários fechados.