Capacitação Docente

Cinco palestras incríveis para repensar o ensino

0

O que líderes e gestores de Instituições de Ensino Superior precisam ter em mente quando planejam o futuro da educação? Os desafios, como já vimos aqui no blog, estão além da técnica e dos seus dispositivos. Trata-se de reformular as bases e abrir-se ao novo. Com essa perspectiva em mente, escolhemos cinco palestras que inspiram um novo olhar sobre o ensino.

O que estamos aprendendo com o ensino online, por Daphne Coller

O professor Andrew Ng leciona uma das disciplinas mais populares da Universidade de Stanford. Sempre que abrem vagas para a aula de Aprendizagem de Máquinas, a presença de cerca de 400 alunos é garantida. Ao lecionar a disciplina de forma aberta, na Web, Andrew atingiu 100 mil estudantes de uma só vez – para conquistar esse número no mundo offline, o professor levaria 250 anos! Foi essa abrangência massiva que motivou Andrew e sua colega Daphne Coller a criarem a Coursera (já falamos sobre ela aqui no blog, lembra?), startup que disponibiliza aulas de Instituições de Ensino conceituadas gratuitamente online.

A educação e os sistemas de computador, por Stefan Weitz

“E se tratássemos a reforma na educação como uma startup enxuta?” É com essa pergunta que o diretor de pesquisa da Microsoft, Stefan Weitz, introduz a sua proposta inovadora: tratar as Instituições de Ensino como empresas de tecnologia com um modelo de negócio ágil. É por meio da tentativa e erro, das reavaliações constantes e do feedback dos alunos, professores e demais envolvidos com o currículo, afirma Weitz, que conseguiremos transformar a Educação. Sem dúvida, uma ideia instigante!

Construa uma escola na nuvem, por Sugata Mitra

Alunos que aprendem uns com os outros, em qualquer parte do mundo. Parece impossível? Para o pesquisador Sugata Mitra, basta rompermos as barreiras geográficas e darmos um passo além, projetando a escola na nuvem. “As escolas como as conhecemos estão obsoletas“, afirma Mitra. Como essas instituições hiperestruturadas e burocráticas irão preparar os alunos para o trabalho do futuro, em que eles poderão exercer suas funções de onde quiserem, na hora que desejarem? Para o professor da Universidade de Newcastle, a solução são os Ambientes de Aprendizado Auto-Organizáveis (AAAO). Uma ideia que também pode instigar novas maneiras de pensar o Ensino Superior.

Vamos usar o vídeo para reinventar a educação, por Salman Khan

Ajudar os primos nas tarefas escolares foi o primeiro passo de Salman Khan para a hoje popular Khan Academy, plataforma de vídeos educacionais. Em sua palestra, Khan conta como tudo começou e propõe que os professores deem aos alunos vídeos para assistir em casa e, em sala de aula, tirem suas dúvidas. É o conceito de sala de aula expandida: o aluno conectado pode aprender a qualquer hora, em qualquer lugar.

A sala de aula para 100 mil alunos, por Peter Norvig

Assim como Andrew Ng, Peter Norvig também passou pela experiência de ensinar uma matéria complicada – desta vez, Inteligência Artificial – para uma turma gigantesca online. “Enquanto o conteúdo da aula é avançado e moderno, a tecnologia de ensino não é.” Foi a partir desta constatação que Norvig, diretor de pesquisa no Google, e seu colega Sebastian Thrun, decidiram recriar a experiência da sala de aula no mundo online. Suas descobertas foram surpreendentes!

E, para você, como será o futuro do Ensino Superior?

Quer trocar ideias sobre o futuro da Educação com líderes e gestores das principais Instituições de Ensino do país? Então garanta o seu lugar no Fórum Desafios da Educação, que acontece dia 14 de agosto, na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Acesse este link e inscreva-se; as vagas são limitadas!

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *