EADFórum de Lideranças

Conhece as regras que permitem ampliar a carga horária EAD para 40%? Faça o teste

0

Expansão da EAD, em 2017, foi de 17,6%. Crédito: Marcos Santos/USP Imagens.

O governo editou uma portaria, no fim de 2018, que permite ampliar para 40% a carga horária a distância dos cursos presenciais. O percentual anterior era de 20%. A ampliação, no entanto, é permitida apenas para instituições de ensino superior (IES) que atenderem certos requisitos. São eles:

  • Credenciamento para ministrar aulas no modelo presencial e também a distância;
  • Conceito Institucional (CI) igual ou maior que 4;
  • Ter pelo menos um curso de graduação EAD com Conceito de Curso (CC) igual ou superior a 4;
  • O curso presencial deve ser reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC);
  • A instituição não pode estar sob processo de supervisão do MEC;
  • Ampliação para 40% é reservada a cursos reconhecidos com CC 4 ou superior;
  • Graduações de Engenharias e das áreas da Saúde não entram na nova regra;
  • É obrigatória a avaliação in loco para cursos que oferecerem mais que 20% da carga horária EAD.

Diante da complexidade que a combinação dos requisitos impõe, o Fórum de Lideranças: Desafios da Educação ofereceu um teste aos participantes. Agora, o conteúdo está disponível no portal. Para realizá-lo, analise os cases institucionais abaixo. Em seguida, leia a pergunta e clique na resposta que você considerar correta. A confirmação (se está certa ou não) é dada de forma automática e imediata.

Leia mais: Com EAD em 40% da carga horária, ensino híbrido ganha espaço

<< ACESSE O CONTEÚDO DO FÓRUM DE LIDERANÇAS: DESAFIOS DA EDUCAÇÃO 2019 >>
Gustavo Hoffmann
Gustavo Hoffmann é diretor do Grupo A. É membro do projeto SAGAH e do conselho editorial do portal Desafios da Educação.

    VOCÊ PODE GOSTAR

    Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.