EADMetodologias de Ensino

IESB e a sala de aula online: do modelo híbrido à educação a distância

1

Um dos assuntos de maior interesse aqui no blog Desafios da Educação são as transformações ocorridas na área do ensino com o advento das novas tecnologias. As novas demandas por parte dos próprios alunos, inseridos em um meio digital, levaram a essa evolução, da mesma forma que as possibilidades trazidas pelo desenvolvimento tecnológico influenciaram as formas de aprendizado. E quem acompanhou de perto essas mudanças e participou ativamente desse processo no Brasil foi o Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB). Ao longo de sua história, o IESB experimentou todas as fases da educação a distância: desde sua utilização como suporte e complemento ao ensino tradicional até o lançamento, em fevereiro de 2014, de seu segmento de cursos ministrados exclusivamente pelo meio digital, o portal EAD.IESB.

Em 2002, o IESB, que desde 1998 já se aventurava com a descoberta de novos instrumentos para a educação, começou a usar a plataforma Blackboard. No ano de 2004, o próprio Instituto realizou a adaptação da Blackboard para a língua portuguesa. A princípio, a utilização da plataforma limitou-se a promover o suporte ao aluno do ensino presencial, trazendo novas possibilidades de interação com professores e possibilitando a flexibilização do aprendizado.

Alunos na IESB podem ter aulas completamente presenciais, complementar o estudo por meio de plataforma digital e, agora, também podem realizar cursos exclusivamente pelo meio digital.  FONTE: Com Pauta

Alunos na IESB podem ter aulas completamente presenciais, complementar o estudo por meio de plataforma digital e, agora, também podem realizar cursos exclusivamente pelo meio digital.
FONTE: Com Pauta

A partir de 2008, acompanhando o avanço tecnológico, começaram a ser criados cursos com conteúdo unicamente online. Justamente nesse ano, o Brasil apresentou um pico de ingressantes na educação a distância. Em 2012, na instituição, a quantidade de alunos que se educavam exclusivamente pelo meio digital chegava a cinco mil, um número bastante expressivo em relação aos dez mil que experimentavam a educação de forma híbrida, com a plataforma como suporte às aulas. Esse formato de curso já oferece a seus alunos alguns dos benefícios obtidos com a educação a distância, tais como o desenvolvimento de autonomia e a capacidade de gerir o próprio tempo. Em entrevista ao Correio Braziliense, Francisco Botelho, superintendente-geral da educação a distância do IESB, afirma que essas qualidades, atualmente, podem ser o diferencial na busca de uma vaga no mercado de trabalho.

Após uma parceria de 12 anos com a Blackboard, que rendeu frutos pela excelência e pela inovação na área na educação, foi lançada a EAD.IESB, área do instituto que se dedica exclusivamente à educação digital, em fevereiro de 2014. A professora Eda Machado, reitora do IESB, afirmou acreditar, em entrevista para o site de Donny Silva, que essa é uma geração totalmente integrada ao uso da tecnologia no meio social e, por isso, é necessário usar essa realidade em favor da educação, porém de maneira correta e com qualidade. Ainda de acordo com Francisco Botelho, um dos grandes diferenciais na EAD da instituição é justamente o treinamento que os professores receberam ao longo dos anos para trabalharem com conteúdos online e estarem em contato direto com os alunos, sem o intermédio de tutores.

Um dos polos presenciais do IESB FONTE: Acha Brasília

Um dos polos presenciais do IESB
FONTE: Acha Brasília

A educação a distância empodera o estudante, no sentido em que ele é mais independente e tem mais controle sobre sua capacitação do que o aluno do ensino tradicional. No entanto, é importante que ele seja devidamente guiado, assessorado e cobrado por profissionais. Afinal, ele não faz o curso sozinho. A EAD.IESB conta com cinco polos presenciais, além do campus virtual, para que os alunos obtenham ainda mais suporte durante a graduação. Dessa forma, com a utilização do meio digital, tanto flexibilizam-se e aumentam-se as possibilidades do ensino presencial, quanto cria-se uma forma de educação completamente distinta e visando o futuro.

No dia 19 de março, Francisco Botelho irá participar, em Brasília, do Encontro de Lideranças: Desafios da Educação, promovido pela Blackboard e pelo Grupo A Educação, em parceria com o Departamento de Comércio dos Estados Unidos. Botelho irá abordar o uso da tecnologia como suporte na aprendizagem dos alunos universitários, o gerenciamento da aprendizagem e a qualidade educacional, bem como sobre sua experiência com a construção do EAD.IESB.

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

1 Comentário

  1. […] o acesso a quem antes não podia estar presente na faculdade. Por aqui, nos últimos anos, o aumento de alunos nos cursos a distância foi superior ao de alunos em aulas presenciais. Se você ainda tem alguma dúvida de que a […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.