EAD

O futuro da sala de aula com a educação a distancia

1

Ainda que a educação a distância seja uma realidade, em especial no ensino superior, constantemente seu poder de mudança é questionado. Uma pergunta frequente é: será que o aprendizado online irá substituir a sala de aula? Desta vez, foi Avi Yashchin, CEO da CleanEdison, empresa que oferece treinamentos sobre tecnologias limpas e práticas sustentáveis pela web e em turmas presenciais, quem respondeu a essa questão. Em texto publicado recentemente no Huffington Post, o empreendedor explica por que acredita que a educação a distância é só o começo de uma revolução que vai mudar o futuro da sala de aula, a educação, o trabalho, e a vida das pessoas como um todo.

2200-livros-epub-ebook-tablet-ipad-iphone-galaxy-android-pc-12502-MLB20062259937_032014-F
FONTE: Mercado Livre

As vantagens

Para Avi Yashchin, uma primeira vantagem do ensino a distância é o baixo custo. Com o advento dos cursos online abertos e massivos, do inglês Massive Open Online Course (MOOC), milhares de estudantes de todo o mundo têm acesso a conteúdos gratuitos ou mais acessíveis. Ao dispensar as salas de aulas convencionais, feitas de tijolo e argamassa, o conhecimento ganha escala.

Outra vantagem apontada pelo empreendedor é a já falada conveniência do estudante poder estudar no seu tempo, respeitando o seu ritmo. A acessibilidade é outro benefício do ensino a distância. Pela internet se atinge mais pessoas, inclusive aquelas que não têm condições de pagar por tudo que uma faculdade ou universidade presencial oferece.

A customização é outra vantagem: a escolha do que, onde, como, por que, quando e quanto estudar fica a cargo do estudante, que nem sempre está em busca de um diploma. No ensino a distância, alguns estão atrás daquele conhecimento específico, mas outros são estudantes em busca de apoio para alguma matéria, ou ainda professores atrás de inspiração.

Ainda na opinião do executivo, o EAD funciona como uma preparação para o mercado de trabalho. Segundo ele, muitos empregadores, hoje, preferem candidatos familiarizados com a aprendizagem online porque ela é a base de muitos treinamentos corporativos.

Um caminho a percorrer

O caminho do ensino a distancia, porém, ainda está sendo trilhado. Muitos se preocupam com a evasão dos cursos online, mas, para pesquisadores citados por Yashchin e para ele próprio, esse é um fator que não deveria preocupar tanto. A essência do aprendizado online é outro, bastante diferente do que hoje vemos nas salas de aula. Mais do que obter um certificado de conclusão, interessa saber se os alunos foram mais longe do que esperavam ou se o aprendizado superou as expectativas. Para o desenvolvimento do ensino a distância, mais produtivo do que um diploma é a diversidade de inscritos, o interesse despertado em quem está de fora e a inovação que surge desse tipo de experiência.

Segundo Avi Yashchin, as próprias instituições de ensino tradicionais ainda têm um longo percurso pela frente. Para ele, grandes líderes da academia estão cientes de que é preciso crescer em direção ao ensino a distância e mudar, mas poucos estão arregaçando as mangas para que isso aconteça.

sala-de-aula-invertida-6
FONTE: Engenharia do Futuro

Inovação X Tradição

Desde que a internet ganhou o mundo, várias formas de interação mudaram: fazer comprar, ir ao banco e até namorar. Mas, diferentemente do que pensam os mais apocalíticos, os shoppings continuam existindo, assim como as filas nas agências e os encontros de casais. O mesmo deve acontecer com o livro e com a educação na opinião de Yashchin. Entretanto, até que a educação tradicional e a distância descubram uma forma de conviver, terá muita gente trabalhando em um sistema híbrido.

Avi Yashchin está ciente de que muitos estudiosos não acreditam no sucesso de um modelo híbrido de ensino porque os avanços trazidos pela educação a distância transformam o cerne do aprendizado. Ou seja, não são apenas técnicas ou tecnologias a serem incorporadas aos currículos tradicionais. Talvez, conforme propõe ele, não seja um caso de substituição ou de junção de dois modelos, mas de preferência. Assim como algumas pessoas preferem o livro ao e-book, existirão ainda, por algum tempo, alguns estudantes que preferem gravitar ao redor de uma sala de aula na universidade do que de uma sala de aula online.

E você, acha que a educação a distância pode substituir a sala de aula? Assine a nossa newsletter Desafios da Educação clicando neste link e continue o debate.

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

1 Comentário

  1. […] Uma pergunta frequente é: será que o aprendizado online irá substituir a sala de aula? Desta vez, foi Avi Yashchin, CEO da CleanEdison, empresa que oferece treinamentos sobre tecnologias limpas e práticas sustentáveis pela web e em turmas presenciais, quem respondeu a essa questão  […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.