Metodologias de Ensino

Avaliação baseada no desempenho: revendo conceitos básicos

0

Educação

Recentemente, a PhD Patricia Hilliard esteve em um seminário sobre as avaliações baseadas no desempenho dos estudantes. Ela conta que entrou em uma das atividades pensando que isto era apenas mais um “modismo” da educação, mas até o final do dia já estava viciada! Patricia conta que estava ansiosa para trabalhar junto dos professores a criação de avaliações baseadas no desempenho, mas decidiu fazer uma pesquisa e aqui está o resultado.

As avaliações baseadas em desempenho recentemente “ressurgiram” na literatura e nos currículos. Na década de 1990, estas avaliações tornaram-se uma alternativa válida para testes de múltipla escolha tradicionais. Nos anos que se seguiram, os requisitos legislativos mudaram a ênfase para testes padronizados, o que causou um declínio nos métodos não-tradicionais (Darling-Hammond & Adamson, 2013). Atualmente, mais distritos escolares e universidades estão buscando medidas autênticas de aprendizagem do aluno e este tipo de avaliação se tornou cada vez mais relevante.

O que é uma avaliação baseada no desempenho?

A definição de avaliações baseadas no desempenho varia muito, dependendo autor, aluno, publicação e público-alvo (Palm, 2008). Em geral, uma avaliação baseada no desempenho mede a capacidade dos alunos para aplicar as habilidades e conhecimentos aprendidos a partir das unidades de ensino. Normalmente, a tarefa desafia os estudantes a usarem suas habilidades de pensamento de ordem superior para criar um produto ou completar um processo (Chun, 2010). Essas tarefas podem variar de uma simples resposta curta a uma proposta complexa de design de um bairro sustentável. Indiscutivelmente, as avaliações mais genuínas exigem que os alunos sigam as responsabilidades de um profissional, como artistas, engenheiros, técnicos de laboratório, analistas financeiros ou defensor dos consumidores.

Quais são os componentes essenciais de uma avaliação baseada no desempenho?

Embora as avaliações baseadas no desempenho variem, a maioria deles compartilha de características fundamentais. Em primeiro lugar, a avaliação mede com precisão uma ou mais normas específicas do curso. Além disso, ela é:

Complexa
Autêntica
Orientada para os produtos/processos
Tem questões abertas
Tem tempo limite

Normalmente, os alunos são apresentados com uma questão em aberto que podem produzir vários acertos diferentes (Chun, 2010; McTighe, 2015). Nas tarefas de nível superior, há um sensode urgência para o produto ser desenvolvido ou o processo ser determinado, como na maioria das situações do mundo real.

Como os professores podem criar avaliações baseadas no desempenho de seus alunos?

Mais recentemente, Patricia trabalhou com uma professora de matemática do ensino médio para criar uma avaliação baseada em desempenho de uma unidade em potencial. Aqui está uma versão simplificada do planejamento:

1. Identifique os objetivos da avaliação
Neste caso, a professora queria desafiar seus alunos a usarem o pensamento crítico e suas habilidades na resolução de problemas. Ela também queria que os estudantes apresentassem menos dependência e mais individualidade ao completar a avaliação, a fim de que os alunos não dependessem do seu auxílio na conclusão de cada etapa da avaliação.

2. Selecione os padrões dos cursos apropriados
Uma vez identificados os objetivos, a professora selecionou as normas de base a serem abordadas com esta avaliação. Ela decidiu que a avaliação deveria medir a compreensão e regras de probabilidade dos alunos.

3. Revisando a avaliação e identificando as lacunas de aprendizagem
Este foi um passo muito importante. Foram avaliadas as planilhas que os alunos estavam completando; tabelas de freqüência também foram utilizadas. Em seguida, foi observado o que estava faltando e foi observado que havia poucas aplicações relevantes no mundo real. Como resultado, foi criada uma avaliação também baseada na realidade. Além disso, esta tarefa exigiu que os estudantes analisassem tabelas de frequências juntamente com gráficos.

4. Projetar o cenário
Depois do brainstorming e de alguns cenários diferentes,  se estabeleceu uma situação em que os alunos iriam decidir se um preso deveria ter concedida sua liberdade condicional ou se deveria permanecer na prisão. Este cenário incluía cinco componentes principais:

Cenário
Função
Público
Prazo
Produto

5. Reunir ou criar materiais
Dependendo da situação, este passo pode não ser necessário. Para esta avaliação em particular, foi preciso que os alunos calculassem a probabilidade de o preso retornar para a prisão. Para a sua revisão, foram criados sete documentos diferentes que incluíam gráficos de pizza, gráficos de barras e tabelas de freqüência de duas vias. Toda a informação foi baseada em estatísticas de agências governamentais, tais como o Serviço Federal de Prisões e e o Serviço de Estatísticas de Justiça. 

6. Desenvolver um plano de aprendizagem.
Queríamos cuidar para não apenas ensinar os alunos a “passar na prova” quando durante  a avaliação baseada no desempenho. Precisávamos encontrar um equilíbrio entre ensinar o conteúdo (por exemplo, a probabilidade de dois eventos independentes) e preparar os alunos para a tarefa (por exemplo, interpretar a validade de um recurso de mídia). Discutimos seis diferentes avaliações formativas que teriam de estar disponíveis antes que os estudantes completassem a tarefa de desempenho. No entanto, também reconhecemos que esta parte do nosso plano teria de ser constantemente revista e revisada ​​em função das necessidades de aprendizagem dos estudantes.
Exemplo: Sessão Pública de Comentários

Cenário
Ashley, uma presidiária no Texahoma State Women’s Correctional Institution, ficará presa de 3 a cinco anos por peculato e assalto. Depois de três anos, ela é colocada em liberdade condicional. Uma vez por mês, o Conselho de Revisão do interno oferece as Sessões Públicas de Comentários.  As sessões são abertas a todos os interessados ​​que querem expressar o seu apoio ou oposição à libertação de um preso.

Tarefa
Imagine que você é o ex-oficial da condicional de Ashley, e o diretor pediu para que você assistisse e comentar a Sessão Pública. Você foi convidado a avaliar os seguintes documentos e apresentar o seu parecer: Ashley deve ser libertada da prisão mais cedo ou ficar até cumprir o resto de sua sentença? Imagine agora que você recebeu de três a cinco minutos para falar com o comitê de revisão. Seu discurso deve ser curto, mas detalhado com forte evidência para apoiar sua decisão.

Documentos
Relatório Criminal da história
Artigo anunciando uma nova we série
Blog post sobre as enfermarias da prisão
Carta ao conselho de liberdade condicional da mãe do preso e filho
Boletim informativo sobre as taxas de encarceramento no estado
Press release sobre um programa de prisão-trabalho
Breve pesquisa sobre a taxa de reincidência de infratores não-violentos

Como vimos a avaliação baseada no desempenho é um novo desafio para os alunos: cada um deve usar suas habilidades para completar um projeto e obter resultados significativos. As dicas aqui apresentadas auxiliam o professor no processo de criação de tarefas, tornando assim o ensino mais rico, colaborativo e construtivo.

Fonte: Edutopia

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *