Ensino SuperiorGestão educacional

Como a PUCPR facilitou a autorização de cursos e visita in loco do MEC

0

Até o fim do ano, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) pretende realizar 6 mil avaliações virtuais in loco. As avaliações externas de cursos e instituições de ensino superior (IES) pelo órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) migraram para o ambiente online em 2021 devido aos impactos da pandemia.

Mesmo em IES experientes, as avaliações in loco podem causar arrepios. Não é para menos. Trata-se de um momento decisivo, por exemplo, para a autorização de novos cursos – e para a nota atribuída a eles. Um sem fim de documentos precisa ser organizado, o que mobiliza toda a equipe acadêmica em um planejamento rigoroso.

Para dar fluidez, segurança e agilidade ao processo, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) adotou o Check. O sistema online de organização documental espelhado nos instrumentos de avaliação do MEC foi criado há dois anos na Be Formless – uma edtech especializada em gestão universitária – por uma equipe professores, gestores e avaliadores.

Adeus, pastas e impressões

A total autorização do curso de Direito esta condicionada ainda à publicação em DOU pelo MEC/INEP e teve a nota máxima na avaliação virtual in loco. Segundo a gerente acadêmica e operacional EAD da PUCPR, Manoela Tagliaferro, o apoio do Check deu ares de facilidade e tranquilidade ao processo.

Facilidade e tranquilidade não costumam ser características dessas avaliações. Afinal, a autorização de um curso exige a catalogação das evidências necessárias para atender aos requisitos do MEC. Isso inclui textos, imagens, vídeos e links de sites, além de todos os materiais que serão usados no curso, da matrícula até a entrega do diploma.

Antes, a organização documental era feita através de materiais impressos, página por página. Mais recentemente, a equipe da PUCPR passou a usar ambientes online em nuvem. Mesmo assim, a estratégia não dava uma visão geral dos materiais. Cada edição em um documento, por exemplo, exigia sua atualização em várias pastas. Ou seja, não havia um controle de versões.

Leia mais: Plataforma A lança solução completa para atender cursos de Direito

A vez da tecnologia

Tudo isso ficou no passado com a chegada do Check. O sistema permite organizar os materiais em dimensões avaliativas e pastas online. Todos os títulos são automaticamente renomeados e adequados quando necessário. Além disso, é possível realizar buscas dentro da ferramenta. “É a real informatização do processo de catalogação”, destaca Tagliaferro.

Outro diferencial é a simulação das avaliações externas de instituições e cursos de graduação. Assim, a IES recebe diagnósticos que auxiliam os coordenadores a desenvolverem rotinas acadêmicas mais eficientes e alinhadas às expectativas dos avaliadores do Inep.

A solução desenvolvida pela Be Formless não depende da integração com outros sistemas para funcionar. “É tudo na web, não tem instalação, nem a necessidade de adaptação tecnológica”, elogia Tagliaferro, da PUCPR. “O uso é muito simples. Conseguir catalogar mais de mil documentos em um único espaço de forma rápida não tem preço”, ressalta.

Leia mais: Projetos integradores guiam reinvenção pedagógica da Unijuí

A visão dos avaliadores

No dia da visita in loco, os avaliadores também são beneficiados com a tecnologia. Isso porque o sistema proporciona uma visão acessível, com uma excelente navegabilidade por todos os documentos. Além disso, a dupla de avaliadores consegue trabalhar de forma simultânea.

“As avaliadoras agradeceram pelo fato de a gente usar a ferramenta e pela forma com que conseguimos organizar todos os documentos. Isso agilizou muito o trabalho delas, que nunca haviam usado esse tipo de recurso”, conta Tagliaferro.

Depois do retorno positivo logo nas primeiras experiências, a PUCPR planeja utilizar Check em todos os processos de reconhecimento de cursos de graduação EAD. Em seguida, o sistema deve ajudar na autorização e reconhecimento de cursos presenciais, assim como no recredenciamento institucional da universidade.

Leia mais: As perspectivas para as avaliações virtuais in loco do Inep em 2022

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.