AvaliaçãoGestão

A inovação como valor para alunos e instituições: entrevista com Ruy Guérios

2

Primeira instituição de ensino no Brasil a ser certificada no ISO 9001 pela fundação Vanzoline em 1998, o Eniac é um dos exemplos de sucesso que serão compartilhados no Fórum de Lideranças: Desafios da Educação, que acontece nesta quarta-feira (6), em São Paulo.

Presidente do Grupo Eniac, mantenedor do Colégio e da Faculdade Eniac, Ruy Guérios levará um pouco da sua experiência para o workshop Inovação em Aprendizagem e Gestão Educacional de IES. Para o diretor da Associação Nacional de Educação Tecnológica (ANET), inovar é uma questão de sobrevivência e, por isso, as instituições de ensino devem procurar um modelo de gestão que entregue, no menor custo, a possibilidade do aluno se desenvolver com apoio presencial e a distância durante seu processo de formação.

Ruy Guerios

Ruy Guérios dará um workshop no Fórum de Lideranças: Desafios da Educação
FONTE: Divulgação

Além disso, para o educador, trazer o mercado de trabalho para a sala de aula é simples: basta as instituições atuarem com técnicas focadas na aprendizagem dos alunos, garantindo o desenvolvimento de competências profissionais que o mundo corporativo e produtivo necessita. “Trabalhando mais nos projetos que integram competências profissionais do que na transmissão de conteúdo das antigas disciplinas”, sugere. Confira mais na entrevista que o Blog Desafios da Educação fez com o educador nas perguntas abaixo.

Como você avalia o cenário atual da educação básica, da educação superior e da educação a distância no Brasil?

A educação superior no Brasil, pela presença das privadas (mais de 70%), se constituiu num dos maiores mercados internacionais de educação superior, atraindo os grandes grupos educacionais e de investidores do mundo. O fato dessa consolidação ocorrer com poucos players está movimentando o mercado, para que instituições de qualidade se aliem através de convênios ou consórcios para trocarem experiências e somarem forças. Esse é um momento muito vibrante e com muitas oportunidades de composição no uso compartilhado de tecnologias, na troca de experiências inovadoras na prática e no desenvolvimento da aprendizagem, assim como na inovação, na pesquisa e no entrelaçamento com o meio produtivo e em ações socioambientais.

Esse movimento está se dirigindo para a educação básica, primeiramente no crescimento do ensino técnico por programas de governos como PRONATEC [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego], do governo federal, e o VENCE, do governo estadual de São Paulo. Entendo que a próxima onda se encaminha para a educação básica, alternando o status quo, promovendo uma revolução na metodologia de ensino, mais adequada aos jovens do mundo de hoje.

Quanto ao cenário da educação a distância, a consolidação do mercado a partir dos grandes grupos a massifica ainda mais e pode impedir que outras instituições menores participem do processo de expansão. Esse mercado passa por um necessário aumento da qualidade de fornecimento dos cursos, e a inovação no processo de aprendizagem surge como uma oportunidade para que essas instituições menores se diferenciem. Entendo que a educação a distância, mais presente no ensino superior, também se volte para o técnico e seja a mola propulsora de uma garantia de qualidade na educação básica do Brasil, tanto na expansão da educação privada como na padronização da fraca e ineficiente educação básica publica.

Qual é, na sua opinião, o papel atual dos gestores nas instituições de ensino?

Todo mercado que se consolida necessita de gestores atuantes. Durante séculos na área da educação, as funções administrativas foram tratadas de forma separada das acadêmicas. Hoje, com a implantação da gestão por processos, estas funções se entrelaçam e se integram. O primeiro choque no mercado foi da gestão financeira, passando pela gestão educacional e atualmente há a necessidade de transferir a tecnologia para o aprendizado dentro e fora da sala de aula, processo mais difícil, mas necessário.

technologyTecnologia tem que estar dentro e fora da sala de aula numa IES
FONTE: Blog do Keilan Yancey

Qual foi a maior contribuição do Eniac, primeira instituição de ensino do país a receber o certificado ISO 9001, para a educação brasileira em termos de inovação?

Montamos um sistema de ensino, o primeiro na educação superior, que permite manter uma qualidade esperada, onde for implantado. Além do sistema de ensino, modelamos os processos e os integramos nos principais sistemas do mercado, formatando produtos para que as instituições parceiras possam fazer a gestão acadêmica e da qualidade com soluções de baixo custo e alta performance, além de propiciar resultado financeiro superior aos números da indústria da educação.

As novas tecnologias já estão inseridas na realidade do ensino superior? Que avanços elas trouxeram e qual a importância da inovação para o futuro da educação?

As novas tecnologias já estão inseridas e, hoje, é muito mais fácil e economicamente viável, implantá-las. O mundo e a sociedade vivem transformações decorrentes do mundo novo contemporâneo, recheado de muita inovação tecnológica aplicada e do conceito de Social Business, onde é possível fazer muito mais pela sociedade na qual estamos inseridos, direcionado soluções e intervenções sustentáveis para grupos menos favorecidos.Como a educação pode ficar fora dessa onda?

Existe uma tendência cada vez maior de competitividade em EAD no Brasil. De que forma esse cenário irá beneficiar os alunos?

Competitividade sempre beneficia o mercado consumidor. Hoje com os MOOCs, você tem acesso aos principais programas de graduação e de pós graduação do mundo inteiro. Planejamos e estudamos como fazer a acreditação de alguns cursos que estamos mantendo nessa modalidade, de forma que o aluno possa gratuitamente participar das classes híbridas (presenciais e a distância) e depois apresentar seu projeto para ser validado e certificado.

Qual foi o principal desafio da educação que você superou ao longo da sua experiência? E qual é o desafio a ser superado pelas instituições brasileiras nos próximos anos?

O principal desafio foi e é o de investir na inovação e de convencer os pares dessa deslumbrante oportunidade de melhoria continua que o processo de aprendizagem e a educação propicia. Para as instituições brasileiras, o principal desafio é o de implementar a inovação e quebrar de vez esse forte e resistente padrão de que o que importa é apenas ensinar bem, e não o quanto o aluno aprende e como desenvolve suas competências profissionais, habilidades e atitudes profissionais e pessoais, éticas.

Não perca a oportunidade de escutar Ruy Guérios ao vivo no Fórum de Lideranças que acontece no dia 6 de agosto, em São Paulo. As inscrições estão abertas.

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

2 Comentários

  1. […] Primeira instituição de ensino no Brasil a ser certificada no ISO 9001 pela fundação Vanzoline em 1998, o Eniac é um dos exemplos de sucesso que serão compartilhados no Fórum de Lideranças: Desafios da Educação, que acontece nesta quarta-feira (6), em São Paulo. Presidente do Grupo Eniac, mantenedor do Colégio e da Faculdade Eniac, Ruy Guérios levará um pouco da sua experiência para o workshop Inovação em Aprendizagem e Gestão Educacional de IES.  […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.