Capacitação Docente

4 perguntas para saber se sua IES é centrada no aluno

0

Final de ano é sinônimo de renovação também nas instituições de ensino superior (IES). Não apenas porque o ano letivo seguinte se aproxima, mas porque, em grande parte das organizações, a passagem de um ano para o outro coincide com o período de matrículas. Para Christina Fleming, líder do time de marketing e inscrições da Blackboard Student Lifecycle Services, esse é um bom momento para os gestores avaliarem o posicionamento das suas entidades, se de fato elas são atrativas para os estudantes que estão prestes a ingressar no ensino superior e por quê.

Segundo ela, um primeiro passo importante é analisar se a instituição sabe pensar como um estudante, pois essa é tendência em voga no mercado. Saber o que os alunos querem e o que tornaria suas vidas mais fáceis em termos de aprendizado é importante para que gestores e professores coloquem no mercado programas realmente interessantes. Ciente de que falar é mais fácil que fazer, Christina lança mão de quatro perguntas que as organizações precisam se fazer antes de iniciar a busca por novos alunos.

4-Questions-blog-postDispositivos móveis são uma realidade na vida dos estudantes
[FONTE: Blackboard Blog]

1) Os recursos e as ferramentas fornecidas pela instituição são da forma que os alunos preferem?

Ainda que 70% dos alunos acessem os sites das suas instituições via dispositivos móveis, menos da metade desses sites é otimizado para esse tipo de aparelho. Se a sua organização está nesse segundo grupo, é bom parar e pensar que impressão essa falta de adaptabilidade dará aos futuros estudantes. Outra questão é: a sua IES possui um aplicativo que ajude os alunos a se localizar no campus ou, ainda, um app de ensino e aprendizado fora da sala de aula? Eles também contam pontos, assim como os canais que os estudantes têm para entrar em contato com a organização. Existe um número direto ou, melhor ainda, uma, ou mais, redes sociais? Conforme lembra Christina, esses recursos e ferramentas não são apenas legais de ter, mas sim o que o estudante de hoje espera de uma instituição inovadora e, por que não dizer, inspiradora.

2) As informações disponíveis para os estudantes estão de acordo com seu perfis ou são gerais?

Toda a comunicação de uma organização com seu futuro ou atual aluno deve se basear no perfil desse estudante. Seu foco são pessoas que já trabalham, ganham bem e buscam conhecimento para avançar em suas próprias carreiras? Ou o foco são jovens que estão em dúvida se fazem um curso mais técnico para chegar ao mercado de trabalho ou se apostam em sua vocação com uma faculdade? Fornecer conteúdo personalizado e relevante tem um impacto dramático sobre o interesse e o envolvimento dos alunos. E, consequentemente, em suas escolhas na hora da matrícula.

matricula
Antes de abrir o período de matrículas, avalie se sua instituição está no caminho certo
[FONTE: Cultura Inglesa]

3) Sua instituição tem uma abordagem proativa, pronta para orientar o aluno com sua experiência em educação?

Essa terceira pergunta proposta por Christina vai ao encontro da anterior. Uma instituição tem que estar atenta às necessidades do aluno e, principalmente, pronta para sanar suas dúvidas da forma mais rápida e completa. Suporte técnico e aplicações de autoatendimento são exemplos de soluções de fácil acesso que devem estar disponíveis aos estudantes do momento em que se matriculam até o dia que se graduam no curso escolhido.

4) Sua organização está focada nos resultados que importam para as carreiras dos alunos como eles próprios estão?

Dar aos alunos os recursos e as ferramentas necessárias para que ele selecione o programa de estudo adequado aos seus desejos, os estágios seguros para a sua carreira e importantes conexões com empregadores é fundamental para ajudá-los a ver o valor real da educação. Procure sempre estatísticas que mostrem o sucesso de um ou outro caminho e histórias de ex-alunos que sejam realmente inspiradoras.

Para gestores e professores de instituições de ensino nem sempre é fácil se colocar no lugar dos alunos, especialmente porque grande parte dos estudantes pode ser de uma geração bastante distinta. Por isso, antes de abrir inscrições, é bom refletir se a sua organização está no ritmo certo. Não há nada errado em se adaptar. E você, tem mais dicas para ajudar as IES a se adequar a esse novo aluno? Compartilhe conosco e assine a nossa newsletter.

 

 

 

 

 

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino básico e superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *