Como as IES utilizam a tecnologia em suas operações e processos

Como as IES utilizam a tecnologia em suas operações e processos

As instituições de ensino superior (IES) buscam tirar cada vez mais proveito das novas tecnologias. E não é apenas em sala de aula que as novidades reverberam. A tecnologia educacional tem alto potencial no desenvolvimento de áreas como marketing, recursos humanos e finanças.

Aqui, entram em cena conceitos importantes. Segurança da informação, armazenamento de dados em nuvem, integração de sistemas e experiência dos usuários – sejam eles colaboradores, docentes ou alunos – são alguns deles.

Leia mais: Learning analytics: o poder dos dados na instituição de ensino superior

Para ajudar as IES a pensar nas estruturas de seus departamentos de tecnologia, Semesp realiza no dia 6 de novembro o 10º Seminário de Tecnologia Educacional. O tema do encontro é “Os desafios do CIO nas IES 4.0”.

O seminário pretende mostrar como os executivos de TI e demais gestores precisam sair da zona de conforto administrativa para se conectar a temas de educação e inovação. Duas instituições apresentarão suas experiências de TI: o Centro Universitário Fundação de Ensino Octávio Bastos (Unifeob), de São João da Boa Vista (SP), e o Colégio e Faculdade Eniac, de Guarulhos (SP). Rodrigo Vale, program maganer do Google, também falará no evento.

Leia mais: A importância da autoavaliação como método de gestão da IES

Além das apresentações, o 10º Seminário Tecnologia Educacional também vai divulgar e discutir os resultados da mais recente Pesquisa de Tecnologia Educacional, realizada pelo Semesp. O estudo traça um panorama de como as IES empregam a tecnologia em suas operações e processos.

O levantamento traz informações relevantes, entre elas que:

  • 87% das IES possuem salas de aula multimídia;
  • 22,2% das instituições têm lousa digital;
  • 31,5% têm app interativo com os alunos;
  • Quase todas (96,3%) possuem laboratórios informatizados;
  • 94% das IES possuem recursos audiovisuais como câmeras, telão, sistema de som etc.;
  • Todas contam com links de internet – e na metade delas há mais de 2 links disponíveis;
  • 53,7% dos links destinados aos alunos têm largura de banda acima de 100 Mb;
  • 98,1% têm portal do aluno;
  • Quase metade das IES possuem programas de educação digital que abordam assuntos como comportamento, ética, bullying digital e plágio;
  • 74% já utilizam serviços na nuvem.

Rodrigo Capelato, diretor-executivo do Semesp, reforça que os dados da Pesquisa de Tecnologia Educacional não dizem respeito apenas ao impacto das novas tecnologias sobre as formas e metodologias de ensino. “Elas também influenciam diretamente no modo que as instituições de ensino superior lidam com questões operacionais”.

10º Seminário Tecnologia Educacional – Os Desafios do CIO nas IES 4.0

Data: 6 de novembro
Horário: 9h às 16h
Local: sede do Semesp – Rua Cipriano Barata, 2431, Ipiranga, São Paulo
Site: http://www.semesp.org.br/eventos/10-seminario-de-tecnologia-educacional/