Capacitação DocenteEdTech

Como motivar os alunos usando a gamificação

0

Será que alunos do ensino superior ainda gostam de brincar?

De fato, aulas mais desafiadoras e estimulantes agradam jovens de qualquer idade. Por esse motivo, utilizar práticas inspiradas em jogos pode causar mudanças positivas em sala de aula. A educação, assim como a sociedade, passa por um momento de transição, em que sai do modelo centralizador para o colaborativo. Professores e gestores devem compreender esse contexto para atender melhor às necessidades das novas gerações.

gamificação

Imagem via Pinterest

A gamificação – palavra em português para gamification – utiliza técnicas de jogos em diferentes situações para aumentar a motivação das pessoas envolvidas em determinada atividade.  Inseridas em classe, as práticas inspiradas em jogos podem tornar o aprendizado ainda mais dinâmico e divertido. A gamificação pode ser aplicada sem qualquer tecnologia envolvida, visto que os princípios de recompensa, elemento surpresa e colaboração são facilmente transportados para o dia a dia da sala de aula tradicional.

Veja abaixo quatro dicas, inspiradas no site Porvir e no QMágico que você pode começar a utilizar ainda hoje:

Transforme as notas em conquistas
As notas não dizem se um aluno realmente tornou-se proficiente no assunto tratado durante o semestre. Muitos podem se contentar com uma média, o que nem sempre é satisfatório. Que tal utilizar medalhas, carimbos ou distintivos na avaliação de trabalhos e provas? Conhecidos como badges nos jogos, estes símbolos podem representar cada conquista do estudante durante o semestre. O professor pode organizar as avaliações como se fossem “missões”, em que cada etapa cumprida recebe uma qualificação diferente. As conquistas devem coexistir com as notas tradicionais, mas são apresentadas no lugar das notas como uma forma mais motivadora de estudar.

Abra espaço para a colaboração
As aulas normalmente têm espaços determinados de colaboração. Mas estimular os estudantes a trabalharem em equipe, como nos games sociais, vai muito além dos exercícios em grupo. As trocas podem acontecer fora da sala de aula, com alunos de outras classes ou mesmo de outras universidades. Aqui, o gestor tem um papel importante: ele é o responsável por facilitar essa troca.  Dentro dos limites da universidade, os alunos podem trabalhar em projetos com outros cursos trocando conhecimentos, dando à formação dos alunos diversidade e estimulando outros saberes.

Introduza o elemento surpresa na aula
Manter a atenção dos estudantes é uma das tarefas mais árduas de um professor. Distrações como conversas com os colegas e telefone celular disputam o foco dos alunos com a disciplina. Por essa razão, utilizar-se do elemento surpresa pode ajudar a manter todos atentos ao que está acontecendo em sala de aula. O que o professor irá escolher como surpresa depende do assunto abordado em sala. Quando o tema está diretamente ligado ao mercado de trabalho, por exemplo, uma conversa com um convidado especial pode ser uma boa tática. Fazer um quiz com informações dadas durante todo o período e utilizar pequenas recompensas também pode dar mais dinâmica às aulas.

Valorize competências e conhecimento no lugar de informação
Estudantes precisam muito mais de conhecimento do que de informação. Hoje, a informação é encontrada com certa facilidade. O desafio é estimular os estudantes a usar o que pesquisaram para fazer sinapses e construir o pensamento crítico. É preciso ter isso em mente quando for lançar uma tarefa.  Os alunos devem adquirir mais conhecimento e capacidades, assim como os personagens dos games precisam ganhar mais pontos para aumentar sua força e capacidade de sobrevivência. Portanto, lance desafios em que os estudantes vão usar a informação para obter conhecimento. Uma tarefa simples de pesquisa pode se tornar mais ampla quando equipes diferentes se desafiam em um jogo de perguntas e respostas, por exemplo.

Você acredita que utilizar gamificação pode tornar a aula mais dinâmica? Compartilhe suas ideias com a gente!

Para compartilhar experiências em ensino a distância com líderes em Educação e Tecnologia, inscreva-se na edição do Rio de Janeiro do Ciclo de Debates Desafios da Educação. O evento acontece dia 23 de outubro, no Everest Rio Hotel. As vagas são gratuitas e limitadas.

Quer receber nossos posts e novidades por email? Cadastre-se na nossa newsletter Desafios da Educação clicando neste link.

Redação
A redação do portal Desafios da Educação é formada por jornalistas, educadores e especialistas em ensino superior.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

Comentários fechados.