Como mostrar presença nos cursos de educação a distância

Como se manter presente no EAD

A sala de aula online pode ser um lugar solitário, devido à ausência do instrutor e de outros estudantes. Essa característica pode afastar o aluno ou afetar negativamente a aprendizagem. Felizmente, algumas medidas relativamente simples podem aumentar significativamente o elemento humano essencial para cursos de educação a distância.

Questionamentos essenciais

Quando se trabalha com instrutores para planejar um curso online, pode-se começar com as perguntas: “Como você projetaria esse plano se fosse uma aula presencial?” e “O que, então, pode estar faltando se o curso é online?”. Fazer perguntas como essas ajuda a reflexão sobre como manter a presença do instrutor durante o planejamento. Ou seja, se o grupo de trabalho é uma parte essencial de um curso presencial, deve também fazer parte da concepção de um curso a distância. Isso pode se resolver com o uso de ferramentas existentes para proporcionar oportunidades de interação entre a turma.

Pode-se utilizar aplicativos de áudio baseados em nuvem para permitir que um aluno grave e outros incorporarem comentários, facilitando uma conversação similar à presencial. Em um curso da área da saúde, um estudante pode indicar em áudio um diagnóstico e plano de tratamento, para que outros alunos adicionem comentários a ele, por exemplo.

Ao projetar um curso online, também é importante estar ciente das expectativas dos alunos com base em suas outras experiências. A televisão e a internet são bons indicadores de estratégias utilizadas para capturar a atenção das pessoas. Vídeos curtos e pequenos pedaços de informação são formatos utilizados em entretenimento que podem ser incorporados em sala de aula. O público está exposto a uma certa quantidade de coisas visuais acontecendo. Ele está voltado a encontrar todas as informações que precisam no momento. Tem que ser pesquisável. E tem que ser atraente – o que não significa adicionar alguns emojis.

Os alunos estão acostumados a clicar no entorno de uma página e olhar apenas para a informação desejada. Então, no processo de design, não é necessário criar módulos que forcem os estudantes para a próxima etapa. Eles conseguem fazer, sozinhos, escolhas sobre o que querem ler e quando, porque os alunos adultos buscam aprender sobre algo que é importante para eles naquele momento.

Os vídeos também ajudam a criar presença. Eles podem variar de um curto vídeo de boas vindas de cinco minutos até a uma palestra inteira capturada. (Se o instrutor fica tímido em frente à câmera, recomenda-se neste caso o uso de um avatar, junto com a gravação de sua voz.)

Outros vídeos também podem colaborar: uma indicação de conteúdo complementar em outra plataforma, como o YouTube, pode adicionar presença sem qualquer necessidade de o professor gravar a si mesmo. Uma alternativa também é criar em PowerPoint ou similares uma apresentação narrada, uma maneira relativamente simples de estar presente.

Veja cinco formas de ajudar os alunos a terem sucesso nos cursos EAD.

Artigo de Rob Kelly, traduzido e adaptado, originalmente publicado em Faculty Focus.