As (muitas) aplicações EAD para a saúde e a indústria farmacêutica

As (muitas) aplicações EAD para a saúde e a indústria farmacêutica

Recentemente, o portal especializado eLearning Industry deu destaque à importância do ensino continuado a distância em duas áreas: saúde e indústria farmacêutica. Em artigo assinado por Ayesha Habeeb Omer, cofundadora do CommLab India, um dos principais centros de Ensino a Distância (EAD) do país asiático, são apresentados motivos consistentes para a aplicação de ações de capacitação online nessas duas áreas do ensino.

“Quando você usa o EAD para necessidades de treinamento de cuidados de saúde e farmacêuticos, você pode ter certeza de que todos os alunos, em qualquer lugar do mundo, receberão o mesmo conteúdo, entregues através de estratégias de instrução eficazes”, afirma a autora, que é doutora em EAD.

No texto, intitulado “Cinco razões convincentes para tentar eLearning para cuidados de saúde e treinamento farmacêutico”, Ayesha ressalta que a formação profissional pela via tradicional – realizada presencialmente – impõe limites relacionados a tempo e espaço, além de exigir investimentos pesados para o processo de aprendizagem. Nesse sentido, o ensino online desponta como solução prática e otimizada, já que é capaz de suprir diferentes tipos de necessidade.

No Brasil, o Sistema de Educação Continuada a Distância (Secad) disponibiliza programas de atualização profissional e cursos digitais em diferentes áreas da saúde. Entre elas, psiquiatria, psicologia, fisioterapia e enfermagem, por exemplo. Cada conteúdo do Secad tem a chancela de uma entidade parceira e a assinatura de nomes consagrados em suas respectivas áreas de atuação.

Local e universal

A celeridade proporcionada pelo ensino online ganha importância diante das particularidades dos dois segmentos. O alastramento de uma epidemia ou a descoberta de um novo tratamento para um vírus, por exemplo, são situações que estimulam uma resposta rápida das indústrias para a atualização de seus procedimentos. Em casos assim, agendar treinamentos em salas de aula pode ser uma opção pouco funcional e dispendiosa. Dinâmicos e econômicos, os programas de EAD garantem uma abordagem eficaz a estes desafios.

Outro ponto importante citado pela autora são as mudanças demográficas. Atualmente, o mundo assiste a movimentos de migração em praticamente todos os continentes. O resultado disso são reconfigurações étnicas que suscitam abordagens direcionadas da indústria de saúde e do segmento farmacêutico. “Determinadas condições de saúde são mais preponderantes em grupos étnicos específicos”, explica Ayesha.

Movimentos assim levam gestores a elaborar estratégias de tratamento ou de comercialização de medicamentos diferenciadas, capazes de lidar com necessidades pontuais. Aqui, o eLearning pode ajudar na elaboração de treinamentos customizados para cada caso.

Por outro lado, a indústria de saúde e o setor farmacêutico também se deparam com necessidades globais, que precisam ser bem compreendidas. A eficácia do treinamento em larga escala dependerá da formação de times de instrutores afinados com as diretrizes do programa — algo nem sempre possível no modelo presencial.

O ensino online é capaz de dirimir esse problema ao centralizar o conteúdo em apenas um ponto de distribuição. Inclusive, as plataformas de EAD permitem a difusão de um mesmo módulo de aperfeiçoamento em diferentes linguagens, através das ferramentas de tradução.

Acessibilidade garantida

O recurso também é útil na preparação de pessoas com limitações auditivas ou visuais. Em geral, o treinamento tradicional tende a restringir a absorção do conhecimento por parte desses profissionais. As plataformas virtuais resolvem o problema ao oferecerem conteúdos em vídeo e áudio de forma independente, garantindo uma interação amigável a todos os grupos de alunos.

Por fim, Ayesha Omer ressalta a utilidade do aprendizado online como alternativa para as aulas práticas do segmento médico. O modelo elimina a possibilidade de danos a eventuais pacientes submetidos a exercícios de cirurgiões iniciantes, por exemplo. As simulações oferecidas no ambiente online asseguram um alto nível de verossimilhança com as salas de operação, sem incorrer nos mesmos riscos.

De modo geral, as ferramentas de ensino a distância podem representar uma revolução nos processos de capacitação da indústria farmacêutica e do setor de saúde, proporcionando diversos benefícios de aplicação. “Se você está pensando nas melhores maneiras de preparar a sua força de trabalho, o EAD é uma valiosa opção para o treinamento contínuo”, aconselha Ayesha Omer.