8 dicas simples para construir um cotidiano voltado ao sucesso

Pessoas que têm grandes metas na vida sabem: não é tarefa fácil atingir nossos objetivos. É preciso persistência, força de vontade e, é claro, paciência. O site da revista de negócios norte-americana Inc. publicou uma lista de coisas que pessoas extraordinárias – ou seja, líderes, empreendedores, artistas de destaque – fazem diariamente, como uma receita de seu sucesso, e nós selecionamos algumas que possam ser relacionadas ao nosso campo. Estudantes que querem mudar sua vida por meio da educação, professores que sonham inspirar seus alunos e gestores que pretendem inovar e deixar sua marca no ensino, todos em busca de realizações pessoais e profissionais, podem se beneficiar dessas dicas. Simples, mas preciosas, elas são um bom guia para ter um dia a dia voltado para conquistas, mas sem deixar de lado outras áreas da vida.

Construir uma carreira sólida e bem-sucedida é trabalho de formiguinha e exige persistência.  Fonte: Symmetry
Construir uma carreira sólida e bem-sucedida é trabalho de formiguinha e exige persistência.
Fonte: Symmetry

#1 Avalie suas metas de longo prazo: antes de iniciar uma caminhada, é preciso saber onde se vai, não é? Reserve um momento do seu dia para imaginar onde pretende estar daqui a um, cinco ou vinte anos. É mais fácil persistir nos objetivos quando sabemos exatamente onde queremos que nossos sonhos nos levem. Esse tipo de atitude é especialmente válido para quem estuda a distância e que, em alguns momentos, depende unicamente de si próprio para seguir em frente. Professores podem ajudar os estudantes a traçarem essas metas e a tê-las sempre à vista.

#2  Examine seus planos diários: essa dica cai como uma luva para os alunos da EAD que organizam seu tempo de estudo e realização de tarefas acadêmicas de acordo com seu dia a dia. Uma lista do que fazer diariamente é crucial para a produtividade. Claro, nem sempre conseguiremos completá-la, mas até esse pequeno “fracasso” pode nos ensinar a compreender o próprio ritmo de aprendizado.

#3 Peça ajuda: professores e tutores são essenciais para ajudar os alunos em momentos de dificuldade, por menores que elas sejam. E mesmo os professores também podem precisar de ajuda e devem recorrer a seus superiores. Os educadores não podem hesitar em mandar um SOS aos coordenadores, que devem estar a postos para responder.

#4 Tenha um mentor ou seja o mentor de alguém: para professores e tutores essa é quase uma vocação, mas a dica é ótima também para alunos, que podem, por exemplo, aconselhar alguém que tenha interesse em sua área de estudo ou simplesmente um colega com dificuldade. Também, no ensino online, pode existir a figura do monitor, que se prontifica a ajudar os demais colegas. Por sua vez, o estudante pode buscar uma orientação especial em algum educador com quem se identifique. Essa interação não necessariamente precisa ser longa e profunda, mas mesmo alguns minutos do dia dedicados a ajudar ou ser ajudado na tomada de decisões pode fazer muita diferença.

#5 Desista de uma coisa ou outra: muitas vezes não percebemos, mas mais difícil do que ter ideias é abandonar as que talvez não deem certo. Pratique o desapego mental e foque nas possibilidades que têm reais chances de vingar, seja no seu trabalho ou na universidade. Não adianta se inscrever em várias as disciplinas e não conseguir dedicar-se a todas. E isso vale também para o educador, que deve evitar ficar muito sobrecarregado, prejudicando, assim, o tempo de atenção que pode dedicar a seus alunos.

#6 Continue estudando: uma das grandes chaves para o sucesso é permanecer sempre se atualizando e aprendendo coisas novas. A educação continuada não apenas mantém o cérebro ativo como também possibilita o acúmulo de habilidades que irão beneficiar sua carreira. Para quem não tem muito tempo livre para se dedicar às aulas presenciais, o ensino online oferece diversas opções de graduação e especialização com horários flexíveis e, por essa e por outras tantas características, vem ganhando cada vez mais adeptos.

A educação não poderia faltar nessa lista, e isso nos coloca no centro do problema. Ou seria, da solução? FONTE: Icanhas Internets
A educação não poderia faltar nessa lista, e isso nos coloca no centro do problema. Ou seria, da solução?
FONTE: Icanhas Internets

#7 Cultive outros interesses: não pense apenas no seu trabalho ou estudo, ainda que esses sejam uma fonte de prazer. Dê liberdade à sua mente e alimente sua imaginação. Certamente isso irá enriquecer o seu repertório e acabará influenciando positivamente sua carreira ou seu desempenho acadêmico de qualquer forma.

#8 Compartilhe algo incrível: pessoas extraordinárias sempre têm algo para compartilhar e coisas interessantes para dizer, sejam boas histórias, casos divertidos ou novidades. Seja também uma fonte de inspiração para as pessoas com quem convive. Use o espaço e o tempo que passa conectado com seus alunos ou com seus colegas de ensino a distância e divida com eles tudo aquilo que possa agregar além do conteúdo tradicional. As redes sociais estão aí pra provar que todo mundo adora trocar referências, impressões, opiniões e ensinamentos.

Às vezes, uma pequena mudança de atitude pode trazer mudanças positivas tanto no dia a dia quanto na realização de metas de longo prazo. Na área da educação, complexa e em constante transformação, frequentemente somos desafiados a fazer mais e fazer melhor. E são nesses momentos que respirar fundo e ter um bom plano faz a diferença. E você, tem alguma outra dica para compartilhar com a gente?

Quer conhecer mais tendências e acompanhar outros debates sobre os desafios da educação global? Assine nossa newsletter neste link.